Cuidados com a higiene para pacientes alérgicos

A higiene do ambiente doméstico tem grande importância na vida do paciente alérgico, principalmente para as pessoas portadoras de rinite alérgica e asma. As medidas de higiene têm sua indicação não só no controle da doença, mas também na prevenção das crises.

Dentro de casa, os principais inimigos dos alérgicos são os ácaros, alérgenos de animais domésticos e baratas.

Os ácaros da poeira doméstica são animais microscópicos, portanto invisíveis a olho nu, e medem cerca de 0,3 mm de tamanho. Sua principal fonte de alimento é a descamação de pele humana. Normalmente, descamamos durante a noite cerca de 1 a 2 g de pele, e os ácaros se alimentam dela. Então, os colchões, roupas de cama e travesseiros são os principais lugares para proliferação dos ácaros. Outros locais importantes são os estofados, sofás, cortinas, carpetes e tapetes.

1. No dormitório

– Encapar colchões e travesseiros com capa impermeável à passagem de ácaros ou de seus alérgenos. Lavar estas capas a cada 3 ou 4 semanas .
– Evitar uso de cobertores, dando preferência a edredons.
– Lavar roupas de cama 1 ou 2 vezes por semana, inclusive edredons, deixando-as de molho em água com temperatura maior que 55° C por 10 minutos ou usar secadora que atinja estes níveis térmicos.
– Retirada de cortinas
– Limpeza de piso com pano úmido, usando um desinfetante neutro ou com cheiro bem suave.
– Não utilizar produtos de limpeza com veículo oleoso (ceras, lustra-móveis).
– Se os carpetes não puderem ser retirados de imediato, limpá-los duas vezes por semana com um aspirador de pó tipo doméstico, tomando-se o cuidado de afastar o paciente alérgico do ambiente durante a limpeza e após, por aproximadamente 30 minutos.
– Manter as superfícies de móveis livres de objetos
– Manter livros e papéis organizados, de preferência em armários ou estantes fechadas.
– Roupas e papéis dentro de armários

2. Nos demais locais da residência:

– A orientação em relação a carpetes é a mesma que para o dormitório.
– Os estofados devem ser preferencialmente de couro ou revestimento semelhante, passíveis de limpeza com pano úmido.
– A residência de uma forma geral deve ser bem ventilada, e o dormitório do alérgico deve receber sol.
– O ideal é que o paciente alérgico não tenha contato domiciliar com cães e gatos. Se comprovada sua alergia a animais, através de testes alérgicos e ou exames de laboratório, a única medida realmente eficaz será seu afastamento do convívio. Uma solução para animais de estimação pode ser um peixinho de aquário, por exemplo.
– Tratando-se de crianças, devido ao grande apego emocional e à dificuldade de um afastamento brusco, muitas vezes precisamos lançar mão de medidas alternativas, que apesar de não serem tão eficazes, diminuem a carga de alérgenos no ambiente, quais sejam:
o Utilização de filtros de ar apropriados nos ambientes
o Retirada de carpetes e cortinas de toda a residência
o Revestimento de estofados com couro ou material similar
o Lavagem semanal do animal (principalmente gato), por imersão.

– As baratas devem ser combatidas com o uso de iscas, evitando-se os aerossóis de ambiente.

Outro ponto importante na higiene ambiental do paciente alérgico consiste no afastamento da inalação de fumaça de cigarro. Devido às crianças pequenas permanecerem a maior parte do tempo em companhia das mães, estas não devem fumar dentro do ambiente doméstico. Aliás, os pais e mães não deveriam fumar nunca, pois as crianças tendem a copiar as atitudes dos mesmos e poderão se tornar fumantes também.

Imprimir

Deixe um comentário

Advertência: Este site tem caráter apenas informativo. Este site não se destina a consultas médicas via internet e nesse sentido não responde a dúvidas de casos pessoais com relação a diagnósticos, prescrições de medicamentos, tratamentos, pesquisas médicas ou resultados de exames.

Por quê este site?

Pulmões de fumante e de não-fumante

Diariamente atendo pacientes em fase final de doenças pulmonares. Alguns com câncer de pulmão, muitos com enfisema e bronquite crônica. Vejo neles o sofrimento causado pelo cigarro e o arrependimento por não ter parado antes.

Além de ajudar as pessoas a parar de fumar, acredito ser também dever do médico participar do processo de informação e educação continuada da comunidade.

Pare de fumar e ajude alguém a parar. Enquanto é tempo.

Enquete

Se você parou de fumar, como conseguiu?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Calculadora de cigarros
Número de anos em que você fuma ou fumou:


Média diária de cigarros fumados:


Preço médio de um maço de cigarro:

Use "ponto" para separar os centavos.