Síndrome Gripal

Com a chegada dos dias mais frios, aumentam os casos de gripe, ou síndrome gripal.

Definição de Síndrome Gripal:  Paciente portador de doença aguda, com febre, mesmo que referida, mais tosse ou dor de garganta e pelo menos um desses sintomas: dor de cabeça, no corpo ou nas articulações.

Sinais de agravamento: Dificuldade para respirar, persistência ou aumento da febre por mais de três a cinco dias (podendo indicar pneumonia), piora de sintomas gastrointestinais (como vômito e diarreia).

Orientações para pessoas com sintomas de gripe: Pessoas com síndrome gripal, pertencendo ou não aos grupos mais vulneráveis, devem ser afastadas temporariamente de suas atividades de rotina (trabalho, escola) por sete dias, a partir do início dos sintomas, e orientadas a ficar atentas a todas as manifestações clínicas de agravamento. Se persistirem ou se agravarem algumas das queixas em até dois dias depois da primeira consulta, o paciente deve retornar imediatamente ao serviço de saúde.

Medidas preventivas de eficácia comprovada:

Algumas medidas devem ser amplamente adotadas:

• Higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool gel, principalmente depois de tossir ou espirrar; depois de usar o banheiro, antes de comer, antes e depois de tocar os olhos, a boca e o nariz;

• Evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies potencialmente contaminadas, como corrimãos, bancos, maçanetas, etc.;

• Evitar proteger a tosse e o espirro com as mãos, utilizando, preferencialmente lenço de papel descartável;

• Manter hábitos saudáveis, como alimentação balanceada, ingestão de líquidos e atividade física.

• Pessoas com síndrome gripal devem evitar contato direto com outras pessoas, aglomerações e ambientes coletivos.

Imprimir

Deixe um comentário

Advertência: Este site tem caráter apenas informativo. Este site não se destina a consultas médicas via internet e nesse sentido não responde a dúvidas de casos pessoais com relação a diagnósticos, prescrições de medicamentos, tratamentos, pesquisas médicas ou resultados de exames.

Por quê este site?

Pulmões de fumante e de não-fumante

Diariamente atendo pacientes em fase final de doenças pulmonares. Alguns com câncer de pulmão, muitos com enfisema e bronquite crônica. Vejo neles o sofrimento causado pelo cigarro e o arrependimento por não ter parado antes.

Além de ajudar as pessoas a parar de fumar, acredito ser também dever do médico participar do processo de informação e educação continuada da comunidade.

Pare de fumar e ajude alguém a parar. Enquanto é tempo.

Enquete

Se você parou de fumar, como conseguiu?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Calculadora de cigarros
Número de anos em que você fuma ou fumou:


Média diária de cigarros fumados:


Preço médio de um maço de cigarro:

Use "ponto" para separar os centavos.