Artigos com a tag ‘poluição’

OMS afirma: poluição causa câncer

A poluição do ar que respiramos provoca câncer, anunciou nesta quinta-feira (17/10/2013) a OMS (Organização Mundial de Saúde), com base em resultados de milhares de estudos.

O Centro Internacional de Pesquisas sobre o Câncer (CIIC), uma agência da OMS, classificou a poluição do ar na categoria “cancerígena segura”, anunciou o diretor do órgão, Christopher Wild, em coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça.

O CIIC já havia classificado o diesel e as partículas finas na categoria “cancerígena segura” em junho de 2012.

Segundo números do novo relatório, 223 mil pessoas morreram de câncer de pulmão relacionado à poluição do ar em 2010.

“Os especialistas concluíram que existem provas suficientes de que a exposição à poluição do ar causa câncer de pulmão. Também notaram uma associação com um risco maior de câncer de bexiga”, indicou o CIIC em comunicado.

A organização ressaltou ainda que os transportes, a indústria e a agricultura são alguns dos causadores desta poluição.

Estas foram as conclusões alcançadas pelos especialistas, reunidos durante vários dias na cidade de Lyon, na França, que analisaram as conclusões de milhares de estudos realizados em todo o mundo.

“Os resultados dos estudos apontam na mesma direção: o risco de desenvolver câncer de pulmão aumenta de forma significativa nas pessoas expostas à poluição atmosférica”, declarou o médico Dana Loomis, do CIIC.

 Veja mais no UOL

Fumo em ambientes fechados

Poluição tabágica aumenta risco de doenças

Poluição Tabagística Ambiental é a poluição gerada pela queima de produtos derivados do tabaco em ambientes fechados, também chamada de Fumaça Ambiental do Tabaco (FAT) (em inglês: Environmental Tobacco Smoke – ETS ou Second-hand tobacco smoke).

É composta pela soma da fumaça que sai da parte acesa mais a fumaça que é exalada pelo fumante.

Quando um cigarro é aceso, somente uma parte da fumaça é tragada pelo fumante, e cerca de 2/3 da fumaça gerada pela queima é lançada no ambiente, através da ponta acesa do produto (o mesmo ocorre com demais produtos como charuto, cigarrilhas e cigarros de palha).

Quando um produto derivado do tabaco é aceso, milhares de substâncias contidas na fumaça são dispersas no ambiente. Muitas dessas substâncias são tóxicas e cancerígenas, e algumas são características da fumaça do tabaco.

A Poluição Tabagística Ambiental contém praticamente a mesma composição da fumaça tragada pelo fumante: cerca de 4000 compostos, dos quais mais de 200 são tóxicos e cerca de 40 são cancerígenos. Porém, os níveis desses contaminantes lançados no ambiente são mais elevados que a na fumaça tragada pelo fumante, sendo encontrados em média, 3 vezes mais nicotina, 3 vezes mais monóxido de carbono, e até 50 vezes mais substâncias cancerígenas do que a fumaça tragada pelo fumante. Isso porque a fumaça que sai da ponta acesa não é filtrada.

Fonte: ANVISA

Poluição atmosférica coloca em risco a saúde respiratória

Poluição do ar contribui para o aumento de doenças respiratórias

Poluição do ar contribui para o aumento de doenças respiratórias

De acordo com as estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), a poluição do ar responde por cinco por cento das cinqüenta e cinco milhões de mortes anuais em todo o mundo, informa o presidente da SPPT – Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia, Dr. José Eduardo Delfini Cançado.

No Brasil, assim como nos demais países em desenvolvimento, a maior fonte de energia doméstica é a incineração de biomassa. Metade da população mundial, em mais de 90% das residências da zona rural destas nações, pratica a queima de madeira, carvão, esterco de animais ou resíduos agrícolas para cozinhar, se aquecer ou para iluminação. Consequentemente, há produção de altos índices de poluição em ambientes internos e externos, aumentando o risco de infecção respiratória, a grande vilã da mortalidade infantil nestas regiões.

As crianças estão mais sujeitas a adquirir estes males, havendo relação direta entre o aumento no número de atendimentos e internações hospitalares com a elevação dos índices de poluição.

Veja a matéria completa no site da SPPT – Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia

Poluição do ar aumenta chance de morte

Poluição contribui para aumento de mortes

Poluição contribui para aumento de mortes

A poluição gerada por veículos agrava doenças e mata indiretamente, em média, quase 20 pessoas por dia na região metropolitana de São Paulo, quase o dobro do que há cinco anos.

Segundo estudo do Laboratório de Poluição Atmosférica da Faculdade de Medicina da USP, baseado em parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), a chance de uma pessoa morrer de doença cardiorrespiratória nos 39 municípios da região é atualmente de 10,9%. Sem as emissões veiculares, cairia para 2,4%.

Nos atuais padrões, o ar da região mata indiretamente, por ano, 7.187 pessoas a partir dos 40 anos (grupo de maior vulnerabilidade). São 65% a mais que em 2004, ano da última pesquisa. As principais doenças agravadas são infarto, acidente vascular cerebral, pneumonia, asma e câncer de pulmão.

Fonte: Folha de São Paulo

Por quê este site?

Pulmões de fumante e de não-fumante

Diariamente atendo pacientes em fase final de doenças pulmonares. Alguns com câncer de pulmão, muitos com enfisema e bronquite crônica. Vejo neles o sofrimento causado pelo cigarro e o arrependimento por não ter parado antes.

Além de ajudar as pessoas a parar de fumar, acredito ser também dever do médico participar do processo de informação e educação continuada da comunidade.

Pare de fumar e ajude alguém a parar. Enquanto é tempo.

Enquete

Se você parou de fumar, como conseguiu?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Calculadora de cigarros
Número de anos em que você fuma ou fumou:


Média diária de cigarros fumados:


Preço médio de um maço de cigarro:

Use "ponto" para separar os centavos.