Arquivo de dezembro de 2009

Gripe A já matou mais de 11 mil pessoas, mas OMS prevê declínio

A gripe H1N1 causou a morte de pelo menos 11.516 pessoas em todo o mundo desde o início da pandemia em abril, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quarta-feira.

Mas em seu relatório semanal, que mostrou quase 1.000 registros oficiais de mortes a mais em relação aos últimos dados, a organização disse que a doença aparentemente já atingiu seu pico ou está estável na Europa Ocidental e na América do Norte, enquanto há uma queda na transmissão em partes da Ásia.

Nos Estados Unidos e no Canadá, o vírus segue disseminado geograficamente, mas os níveis de doenças gripais caíram substancialmente e internações e mortes também estão em queda, disse a OMS.

Na Europa, a transmissão ativa do vírus segue disseminada pelo continente, mas na maioria dos países sua atividade já atingiu o pico -embora esteja crescendo no centro e leste do continente.

Veja a notícia completa em “O Globo“.

Fumantes sofrem mutação genética a cada 15 cigarros

Cientistas identificaram todas as mudanças nas células de dois tipos fatais de câncer para produzir os primeiros mapas genéticos inteiros de um tumor. Segundo eles, isso marca um “momento transformador” na compreensão da doença.

Os estudos feitos por uma equipe internacional e pelo Instituto Wellcome Trust Sanger, da Grã-Bretanha, representam as primeiras descrições abrangentes de mutações celulares tumorais, e podem revelar todas as mudanças genéticas por trás do melanoma de pele e do câncer de pulmão.

“O que estamos vendo hoje vai transformar a forma como vemos o câncer”, disse a jornalistas em Londres Mike Stratton, do projeto do genoma do câncer do Instituto Sanger. “Nunca vimos o câncer ser revelado dessa forma”.

Os cientistas sequenciaram todo o DNA do tecido canceroso e do tecido normal em um paciente com melanoma e de um paciente com câncer de pulmão, usando uma tecnologia chamada sequenciamento paralelo em massa. Comparando as sequências tumorais com as saudáveis, conseguiram localizar todas as mudanças específicas do câncer.

O tumor de pulmão continha mais de 23 mil mutações, e o do melanoma tinha mais de 33 mil.

Peter Campbell, também do Instituto Sanger, disse que o estudo sobre o câncer de pulmão sugere que o fumante desenvolve uma mutação a cada 15 cigarros que consome, e que o dano começa na primeira tragada. O câncer de pulmão mata cerca de 1 milhão de pessoas por ano no mundo, e 90 por cento dos casos são provocados pelo tabagismo.

Veja a notícia completa no UOL Ciência e Saúde

Gripe suína já matou mais de 9500 pessoas em todo o mundo

A OMS (Organização Mundial de Saúde) afirmou, em balanço semanal, que a gripe suína, denominada oficialmente gripe A (H1N1), matou 9.596 pessoas em mais de 208 países e territórios. A organização ressalta, contudo, que o saldo pode ser “significativamente” menor que os números reais, já que muitos países deixaram de contabilizar individualmente os casos.

A organização afirma ainda que, com a proximidade do inverno no hemisfério Norte, o número de casos está aumentando em partes do centro e sudeste da Europa, assim como no oeste e sul da Ásia.

O continente americano continua como o local de maior número de mortes –6.131 no total. Os Estados Unidos e Canadá, contudo, registraram uma redução no número de contágios pela quinta e terceira semanas consecutivas respectivamente.

Na Europa, ao menos 1.242 mortes foram registradas. Já na Ásia, 814 pessoas morreram pelo novo vírus. No oeste do Pacífico, este número chega a 848 e cai para 109 na África.

Fonte: Folha Online

Cai número de fumantes: 47% a menos desde 1989

O Brasil reduziu em 47% o número de fumantes nos últimos 19 anos, segundo um estudo comparativo feito pelo Inca (Instituto Nacional de Câncer) a partir de dados do IBGE. Em 1989, o país tinha 32,4% de fumantes na população com idade a partir de 15 anos. No ano passado, eram 17,2%.

A queda corresponde a uma população de 21,4 milhões, segundo Liz Almeida, médica epidemiologista do Inca que fez o estudo. Seria como se dois países com a população de Portugal deixassem de fumar no período de 19 anos.

A conta da queda parte da premissa de que, se o índice de 1989 seguisse inalterado, os fumantes hoje seriam 46 milhões. Como o IBGE encontrou 24,6 milhões de dependentes de fumo no ano passado, a redução foi de 21,4 milhões.

A meta da OMS (Organização Mundial de Saúde) é que os países reduzam o consumo de tabaco em 2% ao ano. O resultado brasileiro ultrapassa esse índice em dez pontos percentuais –se o Brasil tivesse a redução defendida pela OMS, a queda teria sido de 38%.

Não há pesquisas iguais a essas duas em outros países –daí a dificuldade de comparação. Dados similares, porém, apontam que a queda brasileira foi superior à dos Estados Unidos, do Reino Unido e do Japão.

Veja a notícia completa na Folha Online.

Secretária de Saúde americana admite dificuldades no combate à gripe suína

A secretária de Saúde dos Estados Unidos, Kathleen Sebelius, anunciou nesta quarta-feira (2) um plano para revisar em profundidade os métodos para desenvolver políticas de saúde pública, após os problemas registrados na campanha de vacinação contra a nova gripe.

Durante discurso em um congresso da Associação Médica Americana, Sebelius reconheceu que a escassez de vacinas contra o vírus A (H1N1), entre outros problemas, demonstrou que o país mantém uma dependência de tecnologias antiquadas.

Enfrentamos a gripe de 2009 com tecnologia dos anos 50″, admitiu Sebelius.

A revisão das políticas afetará os sistemas que preparam o país para enfrentar ameaças de saúde pública e será completada “no início do ano que vem”, segundo a secretária.

“Buscaremos os métodos mais rápidos para fazer uma transição para novas tecnologias que nos permitam produzir medidas de reação mais robustas e confiáveis. Não só para a gripe ou doenças infecciosas, mas para qualquer ameaça de saúde pública”, explicou.

O Governo dos EUA gastou mais de US$ 2 bilhões para comprar vacinas contra a nova gripe, mas os centros autorizados só dispõem atualmente de 69 milhões de doses, menos da metade das que esperavam ter.

Fonte: G1

Minas Gerais também adere à lei anti-fumo

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), sancionou nesta sexta-feira, 4, a Lei 3035/2009, que institui a Lei Antifumo no Estado. O texto, que será publicado neste sábado no Diário Oficial do Estado, proíbe o consumo de produtos derivados do tabaco em recintos coletivos fechados, públicos ou privados e entra em vigor dentro de 120 dias.

“Sanciono sem vetos a Lei Antifumo aprovada pela Assembleia Legislativa, que proíbe o fumo em locais fechados, mas permite que o estabelecimento que assim o desejar possa ter áreas exclusivas para fumantes, obviamente com exaustores e que não prejudiquem a saúde das outras pessoas. Portanto, é uma lei que me pareceu equilibrada”, disse o governador, em entrevista, no Palácio da Liberdade, após lançar a última etapa do Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (Proacesso).

A nova legislação estabelece que o proprietário ou responsável pelo estabelecimento comercial que descumprir a proibição em local fechado será multado em valor que varia de R$ 2 mil a R$ 6 mil, de acordo com a gravidade da infração e o porte do estabelecimento. Em caso de reincidência, a multa será dobrada.

Fonte: Estadão

Panorama do tabagismo no Brasil – 2

PETab 2008 - Principais pontos

PETab 2008 - Principais pontos

Fonte: Último Segundo – IBGE

Panorama do tabagismo no Brasil – 1

PETab 2008 - Principais pontos

PETab 2008 - Principais pontos

Fonte: Último Segundo – IBGE

PETab – Pesquisa Especial sobre Tabagismo – Principais pontos

A Pesquisa Especial sobre Tabagismo – PETab – foi realizada em 2008 e publicada recentemente pelo Governo Federal, através do Instituto Nacional do Câncer (INCA) e do Ministério da Saúde.

Os principais pontos observados foram os seguintes:

Dependendo da região geográfica, 16 a 19% dos brasileiros fumam – em média 17,5%  da população – 22% dos homens são fumantes, e  13,3% das mulheres. As regiões Sudeste e Centro-Oeste apresentam as menores porcentagens de fumantes, e a região Sul a maior porcentagem.

Apesar disto, o maior contingente de fumantes está na região Sudeste – 10,5 milhões de pessoas são fumantes.

Total de fumantes do país: 24,6 milhões de pessoas – destes, apenas 2,1% são fumantes ocasionais.

Total de não fumantes: 118,4 milhões – 82,8% da população. Destes, 26 milhões são ex-fumantes, a maioria com mais de dez anos sem fumar. Continuar a leitura »

Por quê este site?

Pulmões de fumante e de não-fumante

Diariamente atendo pacientes em fase final de doenças pulmonares. Alguns com câncer de pulmão, muitos com enfisema e bronquite crônica. Vejo neles o sofrimento causado pelo cigarro e o arrependimento por não ter parado antes.

Além de ajudar as pessoas a parar de fumar, acredito ser também dever do médico participar do processo de informação e educação continuada da comunidade.

Pare de fumar e ajude alguém a parar. Enquanto é tempo.

Enquete

Se você parou de fumar, como conseguiu?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Calculadora de cigarros
Número de anos em que você fuma ou fumou:


Média diária de cigarros fumados:


Preço médio de um maço de cigarro:

Use "ponto" para separar os centavos.