Brasileiros criam tratamento para enfisema baseado em células-tronco

Pesquisadores do IMC (Instituto de Moléstias Cardiovasculares), de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, e da Universidade Estadual Paulista (Unesp) – campus de Assis – anunciaram nesta terça-feira a realização de uma terapia com a aplicação de células-tronco adultas para tratamento da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), o enfisema pulmonar, em pacientes que adquiriram a doença com o cigarro. A terapia, que é totalmente financiada pelo IMC, é inédita no País e no mundo, algo semelhante, com outros tipos de cultura de células e outros grupos de pacientes, está sendo feito nos Estados Unidos e no Rio.

O objetivo dos pesquisadores é restaurar o tecido pulmonar dos pacientes que perderam a capacidade respiratória por causa da doença. Estima-se que o enfisema, que é incurável em 90% dos casos, atinja de 6% a 7% da população com mais de 40 anos. Causada pelo cigarro, a doença gera inflamação nos brônquios e destrói os alvéolos e o tecido pulmonar. Com o tempo, o paciente não consegue fazer a troca gasosa, ou seja, reter oxigênio e eliminar gás carbônico e por isso sente dificuldade para respirar.

Quatro pacientes foram submetidos à terapia. Eles receberam nos últimos meses aplicação de 30 ml (mililitros) cada um de células-tronco adultas, extraídas da medula e os resultados verificados nas avaliações clínicas em três deles animaram a equipe. As aplicações foram feitas nos dias 11 de maio, 7 de julho e 13 de agosto e as avaliações clínicas em 30 e 60 dias após as aplicações.

“Pacientes que viviam com ajuda de aparelhos de oxigênio e não podiam caminhar sem eles, hoje o fazem sem o equipamento. Um deles voltou a dirigir sem o aparelho e outro, a ter forças e ar para acompanhar o cão na caminhada”, contou o cirurgião torácico Aldemir Bilacchi, responsável pelas aplicações, feitas em bombeamentos individuais, por meio de veias periféricas, durante quatro horas.

O tratamento ainda é considerado experimental.

Fonte: Terra – Clique aqui para ver a notícia completa.

Imprimir

4 comentários para “Brasileiros criam tratamento para enfisema baseado em células-tronco”

  • Não tenho informações sobre o cadastro de voluntários para este tratamento, solicito que entrem em contato com o IMC – Instituto de Moléstias Cardiovasculares – São José do Rio Preto. Este blog não tem nenhum vínculo com o Instituto ou com a Unesp, apenas divulgou a notícia por considerá-la de interesse.

  • Eduardo dos Santos:

    7 de março de 2010

    Os meus cumprimentos a todos os cientistas do Mundo e a vós em particular

    Depois de ler estas informações não resisti a saudar a ciência e a fazer uma pergunta

    Eu tenho enfisema, eu penso que a minha doença é congénita, provàbelmente a minha mãe tinha-a e nunca soube o nome que tinha a sua doença—faleceu aos 89 anos de idade.

    Depois de ler sobre o trabalho que os médicos de S. José do Rio Preto fizeram com as células-tronco, eu venho perguntar, como posso eu entrar em contacto com estes cientistas??
    Se fosse preciso uma cobaia eu me oferecia para tal

    Historia
    Passei a minha vida, 66 anos, a fazer consultas aos médicos e tive eu de fazer o meu diagnóstico.
    Nesta data eu tenho ainda uma respiração fácil, mas já não posso fazer esforço fisico—exemplo : transportar pesos —
    a quem poder me responder eu muito agradeço
    Eduardo Santos
    Coimbra

    • Este blog não tem nenhum vínculo com o Instituto ou com a Unesp, apenas divulgou a notícia por considerá-la de interesse. Não tenho informações sobre o cadastro de voluntários para este tratamento, solicito que entrem em contato com o IMC – Instituto de Moléstias Cardiovasculares – São José do Rio Preto.

  • Agildo Pereira Nogueira:

    Sei que este site não tem o endereço da equipe. Entretanto quero me colocar à disposição para tal tratamento. Tenho 56 anos e sou portador de DPOC. Uso oxigênio com bipap. Meeu contato é este acima, quem sabe, quem não arrisca não petisca.

Deixe um comentário

Advertência: Este site tem caráter apenas informativo. Este site não se destina a consultas médicas via internet e nesse sentido não responde a dúvidas de casos pessoais com relação a diagnósticos, prescrições de medicamentos, tratamentos, pesquisas médicas ou resultados de exames.

Por quê este site?

Pulmões de fumante e de não-fumante

Diariamente atendo pacientes em fase final de doenças pulmonares. Alguns com câncer de pulmão, muitos com enfisema e bronquite crônica. Vejo neles o sofrimento causado pelo cigarro e o arrependimento por não ter parado antes.

Além de ajudar as pessoas a parar de fumar, acredito ser também dever do médico participar do processo de informação e educação continuada da comunidade.

Pare de fumar e ajude alguém a parar. Enquanto é tempo.

Enquete

Se você parou de fumar, como conseguiu?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Calculadora de cigarros
Número de anos em que você fuma ou fumou:


Média diária de cigarros fumados:


Preço médio de um maço de cigarro:

Use "ponto" para separar os centavos.